“Perdi tudo… até que me tornei um mendigo”
 
 

Drogas e álcool foram os elementos que motivaram a espiral de destruição da vida de José Lindo…

 

Viciado em drogas, José Lindo perdeu tudo o que tinha para alimentar o vício, até que acabou por se tornar um mendigo. “As drogas e a bebida alcoólica conduziram-me ao ponto de não ter mais família e, devido a todos esses problemas, passei a morar numa tenda à beira-mar.

Antes de me entregar aos vícios, tinha um excelente trabalho num hotel, mas passei a consumir muita droga, tanto que já não tinha mais a mesma disposição para trabalhar. O meu salário já não dava para pagar a renda, pois tudo o que recebia era para gastar com o vício. Devido à falta de dinheiro para pagar a renda, fui despejado e, por consequência de tudo o que estava a acontecer comigo, perdi o emprego.

A solução foi ir morar na rua. Arranjava alguns trabalhos cujo salário que recebia ia diretamente para as drogas, pois era a minha fraqueza. Estava há mais de cinco anos naquela situação, sem esperança de poder reconstruir a minha vida, realizar os meus sonhos e ser feliz.

 

Assim cheguei à Universal, desesperado. Na Igreja apresentaram-me a solução para a minha vida e não pensei duas vezes, lancei-me. Fiz as correntes de oração e agi com todas as minhas forças, a fé que aprendi no Altar… eu estava cansado de ser fraco.

A partir do momento em coloquei em prática os ensinamentos que recebi, ganhei forças para lutar e libertei-me dos vícios, abri o meu próprio negócio, reconquistei a confiança das pessoas novamente, casei e estou muito feliz, pois não só estou casado, como moro numa boa casa.

Aconselho a todos que o seu presente é como o meu passado que não percam mais tempo e venham à Universal mudar de vida!”

José Lindo Tavares