Igreja Universal – Cabo Verde

LOGO

Felicidade existe?

Fonte de Imagem: Universal.org

 
 
 
 
 
 
 

Já viu alguém correndo atrás do vento? Imagine uma infinidade de baratas tontas! Pois é. Assim caminha a humanidade.

Todos, numa busca frenética, têm colocado toda a sua força na conquista da felicidade.

Os fortes atropelando os fracos para a posse mais rápida.

A maioria pobre, se deixando levar pelo vento da “sorte”, diz: “Quem sabe um dia minha vida vai mudar?”. E vai levando de esperança em esperança.

Os enfermos buscam na cura física a felicidade. Para os tais, a saúde é o
mais importante.

Outros acreditam que a felicidade está na realização profissional. Para os tais, o dinheiro é a alma da felicidade.

E para os solitários ou frustrados no amor a felicidade está no encontro de sua outra metade. E daí se rendem às aventuras amorosas como um jogo de loteria. De qualquer jeito, tentam a sorte no amor para serem felizes.

Porém, todos, sem exceção, têm se perdido em suas buscas. Quanto mais se mexem nas buscas, mais se afundam na areia movediça deste mundo. Ao ponto de questionarem a existência da felicidade, como os ateus o fazem em relação à existência de Deus.

Se existe felicidade, então onde e como alcançá-la?

Quem pode me responder? Questionam os infelizes…

Para se alcançar a felicidade, antes, é preciso tomar posse da vida. Mortos não têm direito à felicidade. Enquanto a pessoa estiver espiritualmente morta nos seus delitos e pecados, como alcançar a felicidade? Impossível.

Primeiro, ela precisa ressuscitar. E, para tanto, ela tem que buscar o Autor da vida.

 
 
 
 
 
 
 

O Senhor Jesus disse:

“Eu Sou a ressurreição e a vida. Quem crê em Mim, ainda que esteja morto, viverá.” (João 11.25)

Crer no sentido de entregar-se de corpo, alma e espírito.

A partir dessa entrega incondicional, ela recebe vida. E, então, terá o direito à felicidade tão sonhada.

Deus, na Pessoa do Espírito Santo, abra o entendimento de todos os que creem.

 
 
 
 
 

Conheça a Universal mais perto de si.

Fonte: Universal.org

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*