Igreja Universal – Cabo Verde

LOGO

Quais problemas têm lhe afrontado?

Fonte de Imagem: Universal.org

 
 

Conheça a história do Pastor Ermenegildo, que enfrentou uma grave doença, mas, por meio da fé, foi curado

 
 
 
 
 
 
 

“O médico disse que não tinha mais jeito”. Essas palavras são do Pastor Ermenegildo, que trabalhou em Angola durante nove anos, mas precisou voltar ao Brasil em 2018 para se tratar de uma doença incurável: a esclerose múltipla.

Conforme relatou em testemunho transmitido no programa “Inteligência e Fé” da última terça-feira (2), a esclerose múltipla é uma doença que tira os movimentos do corpo e sua progressão não é curável.

“Essa é uma doença perversa”, afirmou o Bispo Renato Cardoso, durante o testemunho. “Eu posso dizer que esse é um tipo de ‘Senaqueribe’ da saúde. Uma pessoa quando tem esclerose múltipla vai perdendo os movimentos.”

O Pastor Ermenegildo já havia perdido os movimentos do umbigo para baixo, conforme ele conta. Tanto os órgãos internos quanto os externos não mais funcionavam adequadamente.

“Eu cheguei a ficar atrofiado”, afirma ele.

Entretanto, se render à doença não foi a opção escolhida. Ao contrário, o Pastor Ermenegildo precisou provar que acreditava na Palavra de Deus que ele prega há tanto tempo. No Altar, ele encontrou a vitória para seu problema.

 
 
 
 
 
 
 

Assista no vídeo abaixo o testemunho completo do Pastor Ermenegildo:

 
 

Se você também está passando por situações de afrontas em sua vida, seja em qual área for, participe deste propósito especial. No dia 14 de abril, direto do Templo de Salomão para todo o mundo, ocorrerá um grande clamor em favor de todos. Apresente a Deus, em carta, o que lhe tem afrontado.

Participe de uma reunião, ainda hoje, em uma Universal.

 
 
 
 
 

Conheça a Universal mais perto de si.

Fonte: Universal.org

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*